"Se pensas que és pequeno para fazer a diferença... tenta dormir num quarto fechado com um mosquito."
Provérbio africano, no editorial da revista "Recicla"

13.9.07

Mêda: Empresa inova na área gourmet

A Vinhos & Eventos é uma empresa recente, que aposta na inovação na área gourmet e tem como referência as imensas potencialidades da região do Alto Douro vinhateiro.

Armindo Janeiro tem o curso de técnico agrícola, ligado aos vinhos. Foi hoteleiro de restauração na Mêda, durante cerca de 15 anos, mas a paixão pelos vinhos e “gourmet” levaram-no a criar, há cerca de um ano, a Vinhos & Eventos, uma empresa que se pauta pela qualidade vitivinícola, associada ao que a região do Douro e o país oferecem de melhor.
Trabalhando como grossista e retalhista, a empresa tornou-se já num referencial na oferta de vinhos de qualidade (de mesa, generosos) predominando os durienses, ou não fosse a Mêda um dos concelhos que, embora parcialmente, produz o vinho fino mais tarde baptizado com o nome de Vinho do Porto.
Numa autêntica “biblioteca” de enologia, onde figuram, entre outros, o Nelus, Barca Velha, Vale Meão, Abandonado, Ramos Pinto, Mêda, Foz Côa, podem encontrar-se enchidos regionais, queijos, acessórios, compotas, licores, fumados... Assim, os amantes da “boa cozinha regional” podem usufruir das alheiras transmontanas, as moiras e morcelas, farinheiras, enchidos de Mêda, Bragança, Vinhais e Alentejo, queijos Serra da Estrela, Terrincho ou típicos do Alentejo, mas também o azeite de Longroiva e outros. Ao todo, a Vinhos & Eventos possui 300 marcas de vinho diferentes e 30 marcas de Vinho do Porto.
Armindo Janeiro orgulha-se de, enquanto empresário de restauração, ter registado a patente da “Posta dos Pobres”, um prato simples feito à base de carne de porco (do lombo) com molho de azeite, alho e vinagre e a verdura.
O empresário, nascido em Freixo de Espada à Cinta, no vizinho distrito de Bragança, pretende “instalar” na Mêda o costume do lanche no final do dia de trabalho, pelo que criou um espaço dedicado a este “evento” onde quem quiser pode apreciar um bom vinho e um óptimo acepipe a meio da tarde, em convívio com amigos e colegas. “É um uso que aos poucos vai sendo implantado, já costumado por algumas pessoas que, assim, reforçam á mesa, a sua amizade”, diz Armindo Janeiro. Acredita que “a boa mesa com qualidade em muito pode contribuir para o desenvolvimento do turismo na região do Douro e daí ter nascido uma empresa que aposta nos produtos regionais como uma mais-valia que vale a pena incentivar”.


in Diário As Beiras

1 comentário:

al cardoso disse...

Sao empreendedores e inovadores como este que necessita a nossa Beira cada vez mais!

Um abraco amigo do d'Algodres.