"Se pensas que és pequeno para fazer a diferença... tenta dormir num quarto fechado com um mosquito."
Provérbio africano, no editorial da revista "Recicla"

30.7.06

Olhares de Trancoso III

Clique nas fotos para ver em tamanho maior

Fotos tiradas de cima das Portas D' El rei

29.7.06

Maria João Pires: O Caso "Belgais"

Maria João Pires incompatibilizou-se com o nosso país e decidiu partir de armas e bagagens para o Brasil.
As motivações não são claras: Queixa-se de falta de apoio, quando recebeu do estado português 1,8M€ para esse projecto, segundo fonte ministerial.

Dessa verba, existe um pequeno valor que está dado como injustificado. Por outro lado, existe uma condenação judicial de uma dívida a uma editora local.

Seja o que for, e aconteça o que acontecer, o Centro de Estudos para as Artes de Belgais não pode desaparecer.
Trata-se de um projecto de educação musical no interior do país, cujas crianças que se entusiasmaram em torno da mesma não devem ser prejudicadas nesta onda nebulosa de acontecimentos.

Belgais deve a Maria João Pires a ousadia deste projecto e o Centro de Estudos deve às crianças da região 1,8M€ de apoios governamentais para educá-las.

Com o sem Maria João Pires, o interior não pode morrer.
O "interior" será o exemplo nacional de desenvolvimento económico e social sustentável, nos próximos 20 anos.

Está na hora de planear e de participar. Os resultados são frutos de projectos e suor e não do acaso!

27.7.06

Cinema em Trancoso: Astérix e os Vikings

A pequena aldeia gaulesa, o último ponto do mapa por conquistar, acolhe o irreverente Atrevidix, sobrinho do chefe, e Astérix e Obélix são encarregues de fazer dele um homem! Debaixo do seu olhar arrogante, este adolescente medricas vindo de Lutécia vai ter um treino de choque, mas que não irá servir de muito... E tudo se complica quando Atrevidix é capturado pelos Vikings, que acabaram de desembarcar na Gália. Astérix e Obélix terão de fazer tudo para o recuperar.
.
Exibição de 28 a 31 de Julho no cinema Jacinto Ramos (Trancoso)

26.7.06

Banda Eva também em Trancoso a 15 de Agosto

A Banda Eva vai estar em Trancoso, um espectáculo que inicialmente nao previsto vai fazer parte do cartaz da feira de São Bartolomeu edição 2006 de Trancoso.
Em cada show realizado pelo Brasil e pelo mundo a Banda Eva tem um compromisso: passar para o público toda alegria, energia e animação encontradas durante o carnaval baiano. A história da banda Eva é antiga, tem início nos anos 80, quando Aderson e Gato, da banda Skorpius, propuseram à direção do bloco a criação da banda. Grandes nomes do carnaval baiano já passaram pelo Eva, Jota Morbek, Marcionílio, Levy, Carlinhos Caldas, Ricardo Chaves e também Silvinha Torres, Jussara Silveira e Daniela Mercury, Emanuelle Araújo e Ivete Sangalo foram alguns dos cantores que fizeram história com a Banda Eva que, desde sua criação, já
bateu a marca de mais de quatro milhões de discos vendidos.

Viagens

Todos os verões têm sua moda.

Este ano a moda é anunciar os países que já se visitaram e aconselhar potenciais viajantes sobre esses destinos.
Os meus destinos são os assinalados no mapa.


Crie o seu próprio mapa

Volta a Portugal do Futuro, hoje por Trancoso

Hoje o pelotão da Volta a Portugal do Futuro enfrenta a primeira etapa em linha, 140 quilómetros, entre Trancoso e a Lousã, apenas com uma contagem de terceira categoria para o prémio de montanha, em Poiares. A cidade de Trancoso volta a receber ciclistas de alta competição depois de no ano passado ter contado com o inicio de uma etapa da volta a Portugal em bicicleta. Este ano a volta do Futuro que já vai na 14 edição arranca com a 2ª etapa em Trancoso.
2ª Etapa

Torneio Futsal Cidade de Trancoso - Parabens AF23 Futsal / Talhos Madeira...Parabens GDTrancoso...

...Parabens ao publico, a todos em geral...Parabens á equipa AF23 Futsal/Talhos Madeira pela revalidação do titulo, e por terem sido a equipa que sem duvida melhor praticou a modalidade, tendo vencido todos os jogos disputados, parabens ao GDTrancoso por mais uma vez ter levado a cabo esta iniciativa que durante 22 dias preencheu os seroes de Trancoso. Podem existir criticas, existiram falhas concerteza, mas certeza, certeza é a de que este evento contou com 2o equipas, 218 jogadores, milhares de assistencias e tantos outros numeros que levam este evento e esta organização a merecer este voto de parabens, que por certo continuará no proximo ano, esperemos ainda melhor!
Falando dos jogos em si, os resultados foram os seguintes:
Meias finais
A.F.23 Futsal/Talhos Madeira VS Carnes Rodrigues - 12 a 4
G.M.P. Aguiar da Beira VS Bar T.D. - 6 a 10
3º e 4 Lugar
Carnes Rodrigues VS G.M.P. Aguiar da Beira - 4 a 5
Final
A.F.23 Futsal/Talhos Madeira VS Bar T.D. - 10 a 3
No jogo de atribuição do 3º e 4º lugar tivemos uma partida disputada sempre taco a taco, com ambas as equipas a procurarem a vitoria, alternado entre si a vantagem no marcador que nunca foi além da vantagem minima, e apenas no prolongamento ficou decidido entao o jogo, um jogo por isso cheio de emoções, com bolas no poste (neste capitulo as CRodrigues levaram vantagem), excelentes remates, defesas e golos, o que levou a que ambas as equipas abandonassem o terreno de jogo ovacionadas.
Na final, um jogo muito mais tactico, com a equipa do Bar Td a mostrar algum cansaço, e a AF23 a por em campo todo o seu talento e circulacao de bola, o que lhe permitiu chegar ao intervalo a vencer por 6 golos a 1, foi por isso um jogo mais morno, menos emotivo que o anterior.
De salientar ainda os premios:
Melhor Marcador - Bruno Tibério - Carnes Rodrigues - 24 golos
Guarda Redes Menos Batido - Antonio Patricio - GMP Aguiar da Beira - 19 golos sofridos
Premio Fair Play - GMP Aguiar da Beira - 2 amarelos em 8 jogos
O Futsal parece cada vez mais, ser um desporto a merecer uma aposta séria das gentes das beiras, sem duvida...Pensem todos nisso!

25.7.06

Inovação e Inclusão: "Nenhum concelho se desenvolve hoje sem industria"


Em meados dos anos 80 a minha avó paterna, empresária industrial com mais de 61 anos de idade, disse-me esta frase que até hoje não esqueci: "Nenhum concelho se desenvolve hoje sem indústria"
Passados 25 anos, curiosamente o periodo de maior desenvolvimento a nivel global, voltei a escutar esta frase nas terras da Beira Interior.
Gostava em primeiro lugar de revelar alguns dados históricos sobre a importância dos sectores de actividade ao longo do tempo:

- Anos 30
80% Sector primário (agricultura e pescas)
19% Sector secundário (indústria)
1% Sector terciário (serviços)

- Anos 40
70% Sector primário (agricultura e pescas)
27% Sector secundário (indústria)
3% Sector terciário (serviços)

-Anos 70
50% Sector primário (agricultura e pescas)
35% Sector secundário (indústria)
15% Sector terciário (serviços)

- Situação actual
15% Sector primário (agricultura e pescas)
20% Sector secundário (indústria)
40% Sector terciário (serviços)
25% Sector quaternário (comunicação e informação)

(dados aproximados, uma vez que não foi possivel confirmá-los com rigor junto do INE)

1ª Questão: Será espectável acreditar que a Indústria venha salvar algum municipio do desemprego? Que importância terá a indústria daqui a 20 anos?

2ª Questão: Estando o sector quaternário suportado funcionalmente nas redes de comunicação, isto é "banda larga", e permitindo que qualquer colaborador trabalhe em qualquer parte do globo por mérito dessas redes, será credivel pensar que esses trabalhadores vão fazê-lo nas cidades mais caras do seu país e onde existe menor qualidade ambiental?!

24.7.06

Trancoso recebe jogo da Selecção Nacional de Basquetebol

A cidade de Trancoso vai ser palco no dia 31 de Agosto no Pavilhão Multiusos do jogo Portugal - Macedónia a contar para o Campeonato da Europa de Séniores Masculinos - Divisão A , o jogo terá transmissão televisiva e a chegada das selecçoes de Portugal e Macedónia estão previstas para os dias 27 e 29 de Agosto.

Dr Lopes Correia

De seu nome completo Joaquim Manuel Lopes Correia, nasceu na Mêda em 4 de Março de 1910. Com ascendência em Trancoso, veio para esta cidade (vila), com um mês de idade. Licenciou-se em direito e foi notário em Mora, onde também desempenhou o cargo de vice-presidente daquele concelho.
Escritor, investigador e historiador insigne, publicou, em 1973 a obra fundamental Trancoso - Notas para uma Monografia e, em 1986, Noticias de Trancoso, para além de outros trabalhos em livro no concelho de Mora.
O Dr. Lopes Correia contribui grandemente para o estudo e divulgação de Trancoso.
Veio a falecer em 1994.
Singela homenagem deste Blog a este ilustre Trancosense
.
Fonte: Breve Monografia de Trancoso (Santos Costa)

23.7.06

BBC Vida Selvagem!

Foram localizados esta tarde uma especie primata que se julga ser Homos Trancosenses!
Encontravam-se na área húmida da região norte da Serra da Estrela, junto a um povoado da época medieval.



Tanto quanto se julga saber, nesta imagem está presente uma subespecie macho Paulus e uma subespecie fêmea Catarinus. O ritual, repetido em várias fotos, suspeita-se que seja ancestral do tipo "hamonus", não sendo de excluir tratar-se de um ritual reprodutivo.

Neste ritual de humidificação, está presente um homos Avelinus

Aqui é possivel verificar um ritual de salvamento, cujo macho velho é ajudado pelo macho junior, contrariando as practicas comuns da vida selvagem

Uma característica encontrada nesta colónia foi a prática sorrissus nas espécies fêmeas

Em entrevista, o Director da Reserva Húmida declarou que este habitat esteve em projecto durante onze anos, tendo a sua execução atraido muitos especimes primatas para esta região.

Mais informações em Regional Humid Park

Missa Dominical: Felicidade!


Todo o ser humano deseja para a sua vida "felicidade".
A felicidade, como todas as outras conquistas, é consequência de um conjunto de práticas, comportamentos e também, como quase tudo na vida, de alguma sorte.
Mas estranhamente, o que vejo é a população agarrada aos diversos meios de informação, que exploram o mundo criminal e social português.
Não há homem neste país que cometa um crime hediondo que não seja notícia de telejornal.
Não há casamento de figuras públicas que não seja notícia na maioria dos meios de informação, associados aos comentários mais patéticos que só um deficiente mental pode tecer.
E pergunto como pode alguém atingir em vida felicidade quando ORIENTA A SUA ATENÇÃO PARA O PIOR QUE EXISTE em Portugal.

Já aqui revelei que deixei de ter televisão em casa no ano de 1999. Obviamente que as refeições são passadas em conversa com a familia.
...Além disso, os meus filhos aprendem a brincar, ao invés de passarem o tempo a receber conteúdos televisivos de "valor pedagógico muito duvidoso" (juro que foi o termo mais brando que encontrei para descrever telelixo).

Muitos julgam que a felicidade é fruto da riqueza. "Riqueza" traz luxuria e muitas vezes prostituição: Os casamentos são por interesse, as amizades também. Ninguém, no seu perfeito juizo é feliz nesse ambiente.
Posso aliás dizer que as pessoas mais afortunadas que conheço passam boa parte da vida revoltadas com os negócios que perdem: Estranha ironia!

Os outros, os pobres, passam a vida a fazer créditos ao consumo para acederem a bens que não se construiram para o seu nivel económico. Aliás, sobre isso devo dizer que o nome de "crédito ao consumo" deveria ser designado por "sobreendividamento" tal como os "jogos de azar" se designam por "jogos de azar".

Para concluir, a felicidade nasce da responsabilidade com que se educa os filhos e do equilibrio dos objectivos nos mais diversos sectores pessoais e profissionais.

É redundante? Claro que sim!

Está bom tempo. Pegue nos putos ou na namorada e aproveite este domingo solarengo. Na praia, no campo ou no banco de jardim, aproveite as cores que a natureza tem para lhe oferecer.

21.7.06

Torneio Futsal Cidade de Trancoso - Fim de Semana de Campeões!

Ontem terminou a 2ª fase de grupos do torneio, restando agora as meias finais e final, jogos estes que serão disputados este fim de semana e que ditarão o vencedor desta edição. Serão certamente jogos bem disputados que poderemos usufuir no pavilhao Multiusos neste fim de semana.
Os jogos da 2ª fase tiveram os seguintes resultados:

com a seguinte classificação:

O torneio irá terminar com os jogos:

E que vença a melhor equipa....

19.7.06

Politicos para a Competitividade


"O que deve mudar na mentalidade dos políticos para termos um país competitivo?"

O nosso visitante habitual "VS", num comentário a um post sobre a competitividade do interior, deixou a questão que abre este texto.

É frequente ouvir que Portugal tem a classe política que merece. Julgo que é correcto dizer que tem a classe política que elege.

Sócrates ganhou as eleições porque "prometeu" 150.000 novos postos de trabalho: Num país amedrontado com o factor desemprego!

Se tivesse dito que prometia aumentar os impostos, não teria ganho as eleições. Mas todos os partidos sabem em rigor que a recuperação das contas públicas passa por uma maior cobrança de impostos: E nenhum partido sabe (ou tem vontade politica), de acabar com as economias paralelas...

Dito isto, pergunto: Teremos um eleitorado para a "competitividade"?

18.7.06

Conferência «O Plano Tecnológico: Um Instrumento para a Competitividade de Portugal»


O Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial promove, no próximo dia 21 de Julho, às 16h30, a conferência «O Plano Tecnológico: Um Instrumento para a Competitividade de Portugal». O Professor Doutor Carlos Zorrinho, Coordenador do Plano Tecnológico, é o orador convidado. O evento tem lugar no Anfiteatro do Departamento de Engenharia Mecânica.

Inovação & Inclusão: "As TIC e o abandono do interior"

Maquete do Parque de Ciência e Tecnologia para Poznan, cidade periférica da Polónia

Tenho várias vezes referido neste espaço a importância da "descentralização do trabalho" pelo território nacional. Da análise do relatório do PNPOT o Pedro verificou na página 24 que existem na Península Ibérica 33 cidades com aproximadamente 200.000 habitantes, que podemos classificar de cidades médias.
Dessas, 31 são espanholas e duas portuguesas (Braga e Coimbra). Em contrapartida, temos 45% da população a viver entre "Lisboa e vale do Tejo" e a "Área Metropolitana do Porto", que representam 15% do território: É no mínimo estranho!

A leitura que faço destes dados é que PORTUGAL PERDE DUAS VEZES com esta distribuição demográfica:
a) Falta de qualidade social e ambiental nas grandes cidades;
b) Falta de "massa crítica"/dinamismo em 78% do território nacional onde reside 50% da população (exclusão de LVT; AMP; Braga; Coimbra)

Mas uma coisa é ser um mero trancosense a dizer, outra é ser o Presidente da Assembleia Municipal da nossa vizinha cidade de Lamego JM Ferreira de Almeida e o ex Deputado do circulo do Porto e economista Pinho Cardão.

Segue transcrição do texto de Pinho Cardão, publicado ontem no seu blogue.
"(...)Neste tempo das tecnologias de informação e comunicação, este tipo de abordagem é decisiva, mas anda esquecida dos sábios pensadores, da política e dos decisores.
Com efeito, se não é possível levar as Sedes das grandes empresas para fora dos grandes Centros de Lisboa e Porto, as TIC permitem agora criar sítios para onde regressem determinadas actividades, fixando quadros e criando uma rede de empresas subsidiárias, que fomentam o emprego e fariam desanuviar os grandes centros.
Nas Grandes Lisboa e Porto concentra-se 45% do PIB e 30% da população, valores em crescimento e significativos da desertificação do interior.
Entre as muitas razões do afluxo do PIB a Lisboa está a mudança, para esta zona, das Sedes, das Administrações, das Direcções, Serviços Centrais e Técnicos das grandes empresas, industriais e de serviços, mercê das nacionalizações, reestruturações ou concentrações efectuadas.
O problema não se resolve de forma voluntarista, com medidas isoladas ou com grandes medidas tecnocráticas exaustivamente planeadas: quando estas começarem a ser executadas, já algo mudou que impede o seu prosseguimento. Mas tem que começar a ser resolvido a partir da definição de um quadro geral de actuação, onde as novas tecnologias de comunicação podem ter o papel decisivo de fazer voltar as empresas a outras regiões.
As grandes empresas estão a retirar das suas agências todo o trabalho administrativo, designado por back office, centralizando-o em grandes unidades de tratamento, em Lisboa e também a adoptar sistemas denominados de work-flow, que consistem basicamente na transmissão electrónica de processos e dados, desde a origem até à sua decisão final.
Estas Unidades Centrais ou de assistência tanto podem estar sedeadas num Tagus Park, em Cabo Verde, como fez a PT, na Índia, como a HP, creio, ou num Tâmega Park, ou Cávado Park, se nestes forem criadas condições semelhantes.
Torna-se imperioso que o Estado aproveite esta oportunidade para articular com as empresas as condições de atracção dos novos serviços, onde mais interesse ao país e, no limite, evitar a sua ida para o exterior.
E, já agora, para harmonizar a sua própria política de deslocalização de serviços a esta nova realidade, liderando um processo em que as tecnologias de comunicação bem podem ser um decisivo veículo de criação de riqueza no interior, diminuindo o afluxo aos grandes Centros e atenuando as disparidades actuais.
Isso, sim, seria política!...
O Quarto da República, um artigo que publiquei sobre o assunto numa revista económica, há cerca de 2 anos."

A concluir posso dizer que dia após dia esta ideia é cada menos individual e mais colectiva. E neste caso, já valeu a pena todo o tempo que temos dedicado a esta temática e sentimos naturalmente um estimulo renovado para continuarmos a defender aquilo em que acreditamos: Um interior povoado, mantendo a qualidade de vida já existente!

17.7.06

Vitória para a Economia Portuguesa

Durante a viagem que o Presidente da República efectuou de comboio para o Algarve, revelou que não fazia sentido o investimento no TGV quando a velocidade a que se deslocava no Alfa era de 200 Km/h.

Apesar desta afirmação ser "banal", já era tempo de um responsável afirmar que o país não tem condições económicas para investir 1000 milhões de contos para encurtar a distância Lisboa-Porto para 2h30min., quando de avião essa distância é percorrida em 30 minutos.

Por outras palavras, não faz sentido pedir a cada português 500 euros (sendo que muitos não têm e os que têm muito não pagam) para que Lisboa encurte 30 minutos na sua deslocação ferroviária para a cidade do Porto, quando existem alternativas muitissimo mais rápidas.

Foto: Alfa Pendular em Portugal

15.7.06

A25 - Guarda a Mangualde


Foi hoje inaugurada a nova autoestrada entre Guarda e Mangualde, cujo nome de baptismo é A25.
Estiveram presentes os governadores civis da Guarda e Viseu, autarcas da região, responsáveis técnicos da Estradas de Portugal e Concessionária AENOR.
Marcou pela ausência o Bispo da Guarda.

Num discurso patriota, António Mota revelou que o capital e o "know how" de todo o projecto era nacional. Porventura ninguém lhe terá lembrado que o accionista Odebrecht é um grupo Brasileiro e que a importância da sua participação é indesmentível.

Por sua vez, António Laranjo, Presidente da Estradas de Portugal EPE, voltou a afirmar a prioridade da construção do IP2, num discurso que a população já adivinha na visita do poder político à região.

Mário Lino, Ministro das Obras Públicas, voltou a falar da importância da internacionalização da economia portuguesa, quer através de empresas portuguesas no exterior quer em empresas estrangeiras a operar em Portugal. Diga-se a este propósito que fez um discurso politicamente coerente e correcto.

Nota de redacção: Os rissóis não eram grande espingarda, e os docinhos também não. Alguém da região que faça o favor de enviar uns docinhos regionais ao Ministro das Obras Públicas, para que o Engº Mário Lino não pense que comemos daquilo na região.

Vou de Férias....

Vivam!
Esta semana não irei postar no Blog Medieval, chegaram as tão ansiosas férias, durante uma semana não estarei em Trancoso, no entanto nao deixe de visitar o Blog Medieval, outros autores irão continuar a apresentar novidades e temas relacionados com a nossa região e Trancoso. Uma optima semana para todos.
Abraço
Nuno Santos

14.7.06

Inauguraçao do IP5 - Mangualde a Guarda


SÁBADO, DIA 15 DE JULHO, ÀS 16H30

O Grupo Aenor – Concessão Beiras Litoral e Alta – informa que efectuará a abertura ao tráfego do novo Lanço Mangualde Guarda (A25 / IP2) no dia 15 de Julho (Sábado), pelas 16h30.

A Cerimónia Oficial de Inauguração deste Lanço será Presidida por Sua Excelência o Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações.

Roteiro para a Inclusão: Empresários promovem iniciativas para a redução do abandono escolar

Tal como o fizemos neste espaço, um conjunto de empresários uniram-se em torno da mensagem do Presidente da República para lançarem uma iniciativa social: Criação de um fundo finaceiro para apoiar a educação, que numa fase inicial será utilizado para formação e bolsas a professores.

Esta iniciativa vem confirmar que o repto do Presidente da República foi compreendido: A todos cabe a tarefa de "incluir" as regiões menos desenvolvidas no mapa do projecto nacional.

Deixo uma pergunta: Será que a deslocalização de serviços das grandes organizações para o interior do país, como call centers ou centros de análise e tratamento de informação, não serão o melhor tónico para a motivação escolar nessas regiões?

Quanto tempo vão demorar os empresários a compreender que a cobertura nacional da rede de dados lhes permite responder aos desafios da responsabilidade social e familiar, com redução de custos operacionais?

Atrevo-me a fazer uma provocação. Deslocalizar "Data Centers" para o Taguspark é ter um horizonte limitado da revolução tecnológica. Associar a deslocalização desses centros de dados com fortes reduções de custos operacionais parece-me mais indicado para uma economia que deixou os aureos anos 90 há 6 anos atrás.

13.7.06

Torneio Futsal Cidade de Trancoso - Cinco equipas já apuradas para a 2ª fase

Numa altura em que faltam disputar sete jogos desta primeira fase, as equipas que vao seguir em frente no torneio, as duas primeiras de cada grupo distribuidas por dois grupos de quatro equipas cada, começam a ficar definidas. Os resultados verificados foram os seguintes:

A classificação esta ordenada da seguinte forma: (nota: a verde as equipas já apuradas neste momento, a cinza as não apuradas)

A primeira fase termina sábado, sendo que a segunda tem inicio logo no domingo á noite, os jogos em falta desta fase sao os seguintes:

Com o avanço da competição, os jogos ficam certamente mais emotivos...marque presença no Pavilhao Multiusos!

12.7.06

Sugestões de Leitura - 1

A rubrica "Sugestões de Leitura", desenvolvida por Rui Santana e Emílio Agusto na Bandarra FM, já chegava todos os internautas através da audição da mesma rádio na WWW. Este programa passa de segunda a sexta, pelas 11.35 e pelas 17.35, e ao sábado às 10.30 na rádio Bandarra.

A partir de hoje as sugestões estarão também presentes neste blog. Esperemos que estas sejam do vosso agrado. Gostaria de lembrar que todos os livros aqui abordados estão disponíveis na biblioteca do Centro Cultural de Trancoso.


Francisco José Viegas. Um céu demasiado azul. Porto: Edições Asa, 2000.

Esta obra faz da intriga policial pretexto para reflexões sobre a vivência do tempo, a partilha dos pequenos prazeres e as relações humanas, com destaque para a amizade mantida entre os dois protagonistas.
João Alves Lopes é encontrado morto no porta-malas de seu próprio carro depois de voltar de uma viagem ao México e a Cuba. As investigações apontam para uma "stripper", Amélia Lobo Correia, que esconde um passado misterioso. Em uma história de coincidências e azares, Jaime Ramos e Filipe Castanheira, a dupla de investigadores responsável pelo caso, encontram, além do autor desse homicídio, sinais de solidão e abandono que perseguem até os mais bem-sucedidos.


Espero que gostem, façam as vossos cometários, porque aumentar os níveis de literacia do nosso concelho e de Portugal é fulcral para o seu desenvolvimento.

José Hermano Saraiva em Trancoso



O prestigiado historiador e comunicador estará em Trancoso nos dias 12 e 13 de Julho para conhecer a nossa bela cidade, rica em história e património arquitectónico, e também para gravar mais um programa "A Alma e a Gente", que é transmitido habitualmente no Canal Dois ao domingo pelas 21:30.Esta visita é um testemunho da beleza e riqueza cultural que Trancoso começa a granjear fora da própria região, fruto do importante trabalho de todos os seus cidadãos e do seu município.

Cabe-nos, a nós, cidadãos desta cidade, receber o prestigiado Prof. Dr José Hermano Saraiva como bons anfitriões e esperar que esta visita seja agradável a tão ilustre e carinhosa personagem do nosso país.

Bem Haja Professor


Rui Santana

Cartaz da Feira

Nunca é demais relembrar....

O Boeirinho ( Trancoso )

11.7.06

Torneio de Futsal Cidade de Trancoso...a bola continua a rolar!

Noite após noite lá continua o espectaculo do Futsal no pavilhao Multiusos de Trancoso, com a 1ª fase a aproximar-se do final, os jogos começam a ter um caracter mais decisivo, sendo que se verificaram nos ultimos dias os seguintes resultados:


Resultados estes que ditam a seguinte classificação:



Nas proximas noites poderá acompanhar os seguinte jogos:

Ficando assim completa a 1ª fase do torneio.

Inovação e Inclusão: PNPOT - O País que queremos!

No tema 4 do PNPOT, "O País que queremos: um desafio para o ordenamento do Território" do Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território diz no seu parágrafo 33 o seguinte:

"Elevados níveis de bem-estar incluem também o reforço da possibilidade de optar por modos de vida locais diversificados, assentes em soluções de proximidade e na melhoria das condições de acessibilidade e mobilidade. O lugar onde os portugueses vivem a sua vida deverá corresponder, cada vez mais, a uma escolha individual, e não a uma imposição
penalizadora. Importa, por isso, valorizar as comunidades locais, reforçando, em simultâneo, os espaços de vizinhança e a sua inserção urbana e territorial. O desenvolvimento de novas formas de acessibilidade, nomeadamente através da generalização da banda larga na Internet, poderá constituir o suporte dessa maior liberdade de escolha do quadro residencial."

Isto depois de "O lugar onde se vive não pode ser um factor de penalização em domínios básicos da vida colectiva. A garantia universal de níveis mínimos de qualidade de vida e de prestação de serviços constitui a base da estabilidade territorial. As oportunidades de trabalhar, residir e viver serão, assim, mais equitativas em qualquer parte do território nacional."
- Esclarecedor sobre a manutenção dos serviços públicos!

Em conclusão, diz "Valorizar a diversidade dos territórios, garantindo em todo o País o acesso ao conhecimento e aos serviços colectivos e boas condições de mobilidade e comunicação, favorecendo as opções por diferentes espaços e modos de vida."

Está tudo escrito neste documento. Agora pergunto: É para levar a sério?

10.7.06

PNPOT: Recomendaçoes para o Desenvolvimento da Beira Interior


Seguem as recomendações para o desenvolvimento do território da Beira Interior, enunciadas no Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território:

• Explorar o potencial do eixo urbano estruturado pela A23 (Guarda-Covilhâ-Castelo Branco), traduzindo-o num conceito de desenvolvimento policêntrico valorizador de sinergias e complementaridades num quadro estruturado de cooperação inter-urbana;
• Explorar a posição estratégica da Guarda nos eixos rodoviários e ferroviários para o desenvolvimento de serviços logísticos e para a localização empresarial;
• Apoiar as apostas da Covilhã de articular o pólo universitário com um pólo de localização de actividades mais intensivas em tecnologia e conhecimento;
• Reforçar o papel de Castelo Branco na articulação com o Médio Tejo e com as regiões de Espanha, criando condições para sedear actividades orientadas para os mercados do litoral e do interior da Península;
• Assumir uma estratégia comum de afirmação territorial e de aprofundamento da cooperação transfronteiriça e de exploração das oportunidades decorrentes da ligação a Espanha;
• Suportar o dinamismo emergente nas pequenas vilas melhor posicionadas
relativamente aos eixos de comunicação e favorecer a sua articulação com as principais
cidades;
• Promover o turismo nomeadamente nas áreas de maior valia patrimonial ou ambiental:
aldeias históricas, Serra da Estrela, Vale do Côa/Vale do Douro;
• Valorizar os projectos de regadio da Cova da Beira e Idanha;
• Valorizar os recursos hídricos e recuperar a qualidade da água, concluindo os projectos integrados de despoluição, em particular, nas bacias do Mondego e do Zêzere;
• Organizar a rede de equipamentos de âmbito supra-municipal numa lógica de complementaridade, de especialização e de funcionamento concertado;
• Implementar soluções inovadoras de transporte público nas áreas rurais;
• Preservar a qualidade da paisagem e prevenir os fogos florestais.

Versão integral do relatório em http://territorioportugal.pt/

Serão estas medidas exequiveis? Estará a "sociedade civil" mobilizada para estas medidas?

Olhares de Trancoso I

7.7.06

Curso de Culinária!

A Coordenação Concelhia do Ensino Recorrente de Trancoso organizou em horário pós-laboral um curso de culinária.
Sendo certo que a maioria dos conceituados "Chefs" são homens, as "mães" de Trancoso decidiram acorrer em massa ao referido serviço municipal para inscreverem os maridos no dito curso!
O resultado é o que está à vista...








Como é óbvio, o bom aspecto das confecções culinárias são mérito exclusivo da D. Lidia, que para além de ter de "gramar" com estes 15 maduros, ainda tem que lhes enfeitar o preparado gastronómico.



Finalmente chegou o momento de degustar o objecto de estudo. :-)