"Se pensas que és pequeno para fazer a diferença... tenta dormir num quarto fechado com um mosquito."
Provérbio africano, no editorial da revista "Recicla"

8.7.07

Saberes e Sabores da Beira Grão Vasco e Enófilos do Dao

Começa hoje e termina a 15 de Julho, no Casino Figueira, a iniciativa Saberes e Sabores da Beira Grão Vasco e os vinhos do Dão, com a presença num jantar das respectivas Confrarias e apresentando uma exposição temática.


O jantar com as Confrarias dos Saberes e Sabores da Beira Grão Vasco e dos Enófilos do Dão, decorre hoje às 20h30, no qual se poderá degustar alguns dos mais característicos pratos da região, acompanhados dos excelentes vinhos do Dão.
Rica e variada, a gastronomia tradicional desta região é um dos seus principais atractivos. Os sabores da Sopa da Beira ou do Caldo Verde, das Migas à Lagareiro, do Arroz de Carqueja, do Rancho à Moda de Viseu, da Vitela Assada à Moda de Lafões, do Bacalhau ou do Polvo Assados à Lagareiro, do Cabrito Assado, do Arroz de Lampreia, das Trutas do Paiva, do Arroz de Pato, são alguns dos pratos regionais, não esquecendo os enchidos, o Presunto, a morcela, a chouriça, e a farinheira... que fazem a delícia dos apreciadores.
As variedades de Pão: pão de mistura, de centeio, brôa de milho acompanham a refeição ou o Queijo da Serra.
Com base em receitas antigas, o doce pode ser Leite Creme ou Arroz Doce à Moda da Aldeia, Pudim de Requeijão ou de Pão, Papas de Milho, ou uma variedade de bolinhos e pastéis tradicionais "de comer e chorar por mais": Pastéis de Vouzela, Castanhas de Ovos de Viseu, Pastéis de Feijão do Patronato de Mangualde, Caçoilinhos do Vouga, Beijinhos, Cavacas...
Durante o referido período, a gastronomia da Beira Grão Vasco estará disponível na Ementa do Restaurante Bar do Casino Figueira para que todos possam provar a riqueza e variedade da gastronomia dessa região.
Acompanhará a gastronomia da Beira Grão Vasco os afamados vinhos do Dão.
A Região Demarcada do Dão, numa extensão aproximada de 376 000 hectares, desenvolve-se entre zonas profundamente montanhosas e vales com colinas e declives suaves e arredondados, com um clima frio e chuvoso no Inverno e quente e seco no Verão, condições únicas para a produção de vinhos sem igual.
Dela fazem parte, entre outros, os municípios de Aguiar da Beira, Mangualde, Nelas, Penalva do Castelo, Sátão, Tondela e Viseu (parcialmente).
Os outros municípios da Região Demarcada do Dão fazem parte das Regiões de Turismo do Centro (Arganil, Tábua, Carregal do Sal, Mortágua e Santa Comba Dão) e da Serra da Estrela (Oliveira do Hospital, Fornos de Algodres, Gouveia, Seia e Guarda).
Os tintos são cintilantes, de cor rubi, encorpados, de aroma a sabor delicados. Envelhecem com extraordinária nobreza ganhando um bouquet esplendoroso, que os torna suaves e aveludados.
Os brancos são leves e frescos, de cor amarela-citrina, com aroma suave e sabor frutado. O Casino Figueira aposta na gastronomia da Beira Grão Vasco e nos vinhos do Dão para animar a "mesa" de 6 a 15 de Julho de 2007.

in Lergratis

1 comentário:

al cardoso disse...

Excelente iniciativa das confrarias e do Casina da Figueira da Foz!