"Se pensas que és pequeno para fazer a diferença... tenta dormir num quarto fechado com um mosquito."
Provérbio africano, no editorial da revista "Recicla"

19.5.07

Catarina Eufemia 1928 - 1954 (19 de Maio)



O primeiro tema da reflexão grega é a justiça
E eu penso nesse instante em que ficaste exposta
Estavas grávida porém não recuaste
Porque a tua lição é esta: fazer frente

Pois não deste homem por ti
E não ficaste em casa a cozinhar intrigas
Segundo o antiquíssimo método obíquo das mulheres
Nem usaste de manobra ou de calúnia
E não serviste apenas para chorar os mortos

Tinha chegado o tempo
Em que era preciso que alguém não recuasse
E a terra bebeu um sangue duas vezes puro
Porque eras a mulher e não somente a fêmea
Eras a inocência frontal que não recua
Antígona poisou a sua mão sobre o teu ombro no instante em que morreste
E a busca da justiça continua

(Sophia de Mello Breyner Anderson)

4 comentários:

Maria disse...

Belíssima homenagem a Catarina Eufémia.
Belíssimo o poema da grande Sophia, linda a voz que canta o Cantar Alentejano.
Em simultâneo, uma homenagem também ao Zeca Afonso, e à Sophia.
Para que NUNCA MAIS!
Para que NÃO APAGUEM A MEMÓRIA!!!

Obrigada por este post, Frederico.
Beijos

Frederico disse...

Não tens que agradecer.

Este post é uma manifestação de respeito pela memória de Catarina Eufémia, pelo população da Beira Interior.

Pela democracia.

CHEVALIER DE PAS disse...

Dos fracos não reza a história!

avelana disse...

fiquei comovida
por recordar Catarina
por ouvir JOsé Afonso
por relembrar...

paranão mais esquecer


um abraço