"Se pensas que és pequeno para fazer a diferença... tenta dormir num quarto fechado com um mosquito."
Provérbio africano, no editorial da revista "Recicla"

27.10.06

de 31 Outubro para 1 Novembro

9 comentários:

Anónimo disse...

Mas desde quando é que a noite das bruxas é uma tradição enraízada em Portugal?! A propósito deste post (e atenção que não tenho nada contra a dita festa!)ponho-me a pensar em porque é que temos de consumir tudo o que vem do outro lado do Atlântico (Carnavais de Verão quando em Portugal é Inverno, Noites das Bruxas, Consumismo desenfreado, Fast Food, Música...)?!
Não tenho absolutamente nada contra festas (e muito menos contra esta)... só fico a pensar no assunto!
É que tenho a convicção de que existem muitas tradições e festas bem portuguesas que são pura e simplesmente ignoradas! Uma coisa é conhecer novas tradições e costumes... outra coisa é imitar e adoptar algo que não é nosso!Compreendo que são os efeitos da "Aldeia Global", mas também entendo que um pouco mais de orgulho naquilo que é nosso não nos ficava mal (se não gostarmos de nós...).
"Nuestros Hermanos" têm um orgulho fervoroso naquilo que é deles. Fica a questão, não querendo ferir ninguém...

1 Abraço a Todos!
VS

Anónimo disse...

Á pessoa anónima, deixo aqui um desafio! Proponha temas de festas, ou simplesmente faça-as. Teremos todo o gosto em ajudar e participar. É claro está que para isso vai ter que dar a cara!

Isa

Anónimo disse...

Ok! Isa: Como deu para perceber não percebes-te o sentido da minha questão e preferes ir pela via de particularizar o meu comentário apenas esta festa. Esqueceste-te foi da questão levantada. Apenas ao ver o post levantei a questão das americanices e das suas influências a nível global! Acho que até é um tema engraçado para animar aqui o blog... Mas pronto! Ao que parece ficas-te afectado(a) com o comentário!
É claro que o meu desejo é que seja uma festa porreira! Se aí estivesse se calhar também ia! A questão levantada foi outra!
Isa (ou seja lá quem fores porque para mim também és anónimo(a)), não tenho medo nenhum de dar a cara! Se te adianta para alguma coisa, o meu nome é Vasco Simões (VS) e já fiz alguns comentários neste blog!

1 Abraço a todos!
:)

Anónimo disse...

Então e o que eu disse foi, se tiver ideias de festas basta falar! Nós por aqui as tradições não se têm perdido muito, mas achamos engraçado fazer algo de diferente para esse dia. Não levei a mal nenhum e compreendo, mas como disse há uma grande "imitação" de outros países, mas sem dúvida nenhuma que não nos esquecemos das nossas raízes e tradições. Por falar em tradição, é a própria tradição(folclore da terra) que está a organizar esta festa, para tentar arranjar verbas que vão ser utilizadas em divulgar o nosso folclore mais além.

Isa

Anónimo disse...

:)
Bom...eu não sou propriamente organizador de festas ou entretainer! Não é essa a minha vocação, mas dou todo a valor às pessoas que têm iniciativa, como é aliás o vosso caso! Quando eu falei em influências externas e americanices foi num contexto de globalização, o que certamente tu e o pessoal que ler isto concorda quase de certeza absoluta! E concerteza que as nossas tradições e modos de vida devem ser preservados... mas esta "globalização excessiva" é uma séria ameaça. E não é por causa de uma festa da noite das bruxas...Pelo amor de Deus! A dita festa só me fez pensar um pouco acerca do tema (e a nível geral: modos de vida, alimentação, música, séries de TV,...). Aproveito também para desejar boa sorte e força na organização da festa! Se tiver o Fim de Semana grande e se aí der um pulinho (que é como quem diz...350 km!)concerteza que vou lá beber um copo!
VS :)

Nuno disse...

Ola,
Espero que a festa supere sem qualquer duvida os objectivos e crie uma noite diferente neste dia para todos os participantes.
Penso que hoje a cultura deve ser democratizada, e plurialista. Esta globalização de hábitos veio sem duvida desenvolver a sociedade de hoje e criar uma maior coesão entre os povos . O povo portugues desde tempos remotos absorveu varias habitos e culturas, daí que somos um povo de adaptação fácil, a prova está nos nossos emigrantes. Apesar disso sempre manteve a sua marca e a sua personalidade vincada,é esse estilo que nos define perante outros.

Cumprimentos,
Nuno - Trancoso.pt.vu

Anónimo disse...

Caro Nuno!
1 grande Abraço! :)

VS

Nuno disse...

Caro vasco,
Um forte abraço e bom fim de semana,
Nuno-Trancoso.pt.vu
;-)

al cardoso disse...

Se a coisas que me causam alguns arrepios de espinha, entre elas e sem duvida essa "celebracao do dia das bruxas" em Portugal, nao tem absolutamente nada que ver connosco, e uma tradicao das ilhas britanicas trazida para a America onde vivo.
Sera que nao temos ja tradicoes em Portugal para celebrar que e necessario importar tambem mais esta charada???

A tal globalizacao ja nos obrigou a mudar a dia da Mae, ja nos injectou o dia de S. Valentim, so falta celebrar-mos o dia de S. Patricio e o dia de Accao de Gracas, em vez da Imaculada Conceicao e do dia de "Corpo de D*us)
Haja decoro!!!