"Se pensas que és pequeno para fazer a diferença... tenta dormir num quarto fechado com um mosquito."
Provérbio africano, no editorial da revista "Recicla"

20.6.06

Inovação & Inclusão


Inicia-se hoje a rúbrica "Inovação & Inclusão" no blogue Beira Medieval.
Esta rúbrica merecerá todas as terças feiras um desenvolvimento sobre esta temática, demonstrando que a aplicação mais nobre para a inovação tecnológica é a inclusão territorial do Interior na projecto económico português.
O futuro da mesma será ditado pelo interesse que obtiver da sua parte! :-)

Já usei no passado um "Roteiro" do Presidente da República para um post, que foi curiosamente o mais comentado até hoje.

Numa óptica pessoal, as temáticas lançadas pelas "altas figuras do estado" devem ser exploradas pelos grupos minoritários para demonstrar a necessidade de medidas mobilizadores de desenvolvimento. No caso concreto do Blogue Medieval, a temática da inclusão é um excelente rastilho para demonstrar que a homogeneização do território nacional é a medida necessária para a desejada competitividade de Portugal.

Com isto, adianto que o primeiro post será dedicado ao Roteiro para a Ciência!

4 comentários:

Anónimo disse...

Seria interessante perceber até que ponto as pessoas que reflectem sobre a problemática do interior são efectivamente um grupo minoritário.
E caso se confirme, como ganhar dimensão?

As ideias que circulam neste blog, e noutros, constituem contributos importantes para uma desejada evolução. Por ventura, falta em primeiro lugar encontrar uma solução para que as ideias, opiniões, sugestões, etc... ganhem a consistência necessária para ter aplicação prática.
Qual o canal mais adequado para expormos as nossas preocupações? Qual o canal mais adequado para expormos as nossas ideias?

Parabéns pela iniciativa da 3ª feira! é um começo!

Frederico disse...

:-)

Caro Anónimo,
Agradeço o apoio.
O que sinto muitas vezes é que existe uma resignação venenosa na população local.
Digo "venenosa" porque é capaz de desmobilizar qualquer iniciativa positiva que possa nascer...

"Os tempos são outros" e a propagação da rede de dados (vulgo internet) pelo interior do país é um acontecimento que terá mais impacto na nossa história que a "democratização" da electricidade há 40 anos atrás.

Por outras palavras, as novas gerações e as actuais a residir nos centros urbanos, podem trabalhar no interior do país com os mesmos projectos e desafios da grande cidade.

Um abraço

Anónimo disse...

Hoba hoba

O Sr. Cavaco anda a dar genica no pessoal, mas o que este precisa é de ideias e inteligência, e de bancos com vontade de financiar essas ideias.
Toda a gente tem ideias mas quantos tenta pô-las em prática, quantos expoem as suas ideias a empresas possivelmente interessadas, quantos tentam adoptar uma atitude comercial e não idilica do mundo em que vivemos... que é cruel e chama-se Portugal e neste caso particular Trancoso. não se iludam, o que fez dos EUA um grande país foi aproveitar oportunidades e conceber atitudes competitivas e não lascistas e pessimistas como o português é especialista.
não gosto do sr.cavaco, mas provalvelmente é o único com vontade para mudar alguma coisa. não é com compra de casas ou com pontes e inumeras auto-estradas que lá vamos, mas com ideias e com vontade de as concretizarmos

Chuss

Ninive.

chuss

ninive

Frederico disse...

:-)

Pouco a pouco estamos a formar um grupo de "activistas pelo desenvolvimento" que poderá trazer os seus frutos.

Mãos à obra!