"Se pensas que és pequeno para fazer a diferença... tenta dormir num quarto fechado com um mosquito."
Provérbio africano, no editorial da revista "Recicla"

4.8.06

Unidade de Tratamento de Soros Lácteos e Central de Biomassa na Guarda

A empresa Ecosoros – Transformação de Soros Lácteos S.A, lidera uma candidatura para implementação de uma Central Termoeléctrica a Biomassa Florestal na Guarda, que também envolve Câmaras Municipais e Associações de Produtores Florestais dos Distritos da Guarda e de Castelo Branco.O passo mais recente foi dado com a assinatura de um protocolo com a Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB), que abrange as Câmaras Municipais de Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Pinhel, Meda, Trancoso, Manteigas, Guarda, Sabugal, Belmonte, Penamacor e Fundão.Durante a apresentação do projecto, numa sessão realizada na quinta-feira, 27 de Julho, na Sala de Sessões da Assembleia Municipal da Guarda, foi revelado que as entidades envolvidas no projecto vão agora elaborar uma candidatura que será apresentada até 19 de Setembro, ao concurso nacional lançado pelo Governo.Segundo João Ferreira, presidente do Conselho de Administração da empresa Ecosoros, a ideia para a candidatura surgiu após a empresa ter decidido instalar um centro de recolha e uma unidade de tratamento de soros lácteos na Plataforma Logística de Iniciativa Empresarial (PLIE) da Guarda, que representam “uma factura energética muito grande”.Com a candidatura ao concurso lançado pelo Governo, caso a proposta seja vencedora, este responsável reconhece que para além da diminuição da factura de energia eléctrica, será aproveitado um recurso abundante na região – a biomassa florestal.“A ideia é lançarmos uma rede de colaboração e, em caso de vitória, transformar essa rede de colaboração numa empresa”, adiantou.
.
Fonte: Jornal "A Guarda "
.
Nota: Com a instalação do centro de recolha e tratamento de soros lácteos na platafoma logística poderá ser uma hipotese de acabar com os focos de poluição em alguns rios do distrito derivado a descargas de soro lácteo na região. A central de Biomassa é sem dúvida uma solução de manter a floresta limpa de resíduos e aproveitar recursos, além de gerar riqueza para a região.

1 comentário:

al cardoso disse...

Nao ha duvida nenhuma que como espero esses projectos forem adiante sera um bem acrescentado para a nossa regiao.
So e pena que sejam projectos centrados na Guarda, (cidade) e nao numa das pequenas vilas ou cidades, mas nao se pode ter tudo nao e?

Um abraco de Fornos.